Meus 5 livros de moda favoritos

Meus 5 livros de moda favoritos

Cultura ler o post completo
5 aplicativos essenciais para viajantes

5 aplicativos essenciais para viajantes

Viagem ler o post completo
Netflix: usando mais e melhor

Netflix: usando mais e melhor

Cultura ler o post completo

Viagem

Moda & Beleza

Carreira & Finanças

Metallica: grade, chuva e êxtase

24 de março de 2014

Dia de show do Metallica é sempre algo memorável: não durmo direito, fico inquieta, tenho frio na barriga. É sempre assim, e sempre vai ser! E um dos objetivos dessa vez era conseguir assistir ao show da grande. Vi muita gente indo super cedo, mas me segurei e cheguei por lá as 14h30, e me surpreendi: fila curta e eu, esperançosa.

E eis que os portões abrem lá pelas 16h30 e só vejo vantagem em ir sozinha e ser mulher nessas horas: abriram uma fila separada e eu passei lindamente todo mundo, revistaram a bolsa, peguei minha pulseirinha e saí correndo para tentar um lugar na grade e consegui! Fiquei pro lado esquerdo, bem de frente para o microfone do James. E a espera pelo show não poderia ter sido melhor, conheci pessoas incríveis como a Dani e sua irmã, e dois portugueses que fazem parte do Chapter de Portugal (fã-clube oficial), ficamos papeando e a hora passou super rápido!

James Hetfield - Metallica

Essa turnê leva o nome Metallica by Request, ou seja, é o público que vota nas favoritas, e na América do Sul ainda tocam uma música inédita. Logo de cara adorei a ideia e já fui dando uma pré-selecionada nas minhas músicas favoritas, e a tristeza é que nenhuma entrou, mas não tem problema, é como eu digo: se Metallica vem, eu vou. Simples assim.

Kirk Hammet - Metallica

Pouco antes do show começar, a chuva, mesmo que ainda fraca, apareceu, e assim que começou a tocar It’s a long way to the top do AC/DC já sabíamos o que estava por vir, começa o video do filme The Bad, The Good and The Ugly com a clássica trilha sonora Ecstasy of Gold, e em uníssono vem o ohhohhhhhooohhhohhhhhhh, que é daqueles momentos que arrepiam, e eles entram no palco, debaixo de chuva, com a mais que maravilhosa Battery que é seguida por Master of Puppets.

A chuva só deixou tudo ainda mais incrível, com certa dramaticidade e a gente mais animado ainda! E no meu caso, enlouquecida cada vez que um deles aparecia bem na minha frente! A sensação é outra, você grita e eles te olham, está tudo ali na sua frente: a rapidez nos dedos a cada riff, a cara de mau, e a felicidade por estar diante de tantas pessoas unidades por uma mesma paixão, o Metallica.

Lars - Metallica

Apesar de não ter tido nenhuma pirotecnia dessa vez, já que enquanto o James falava com a gente, do nada soltou fogo do lado dele, e ele mandou a equipe se foder e desligar (sim, ele fez exatamente isso), só achei tudo ainda mais incrível, foi pura música, eles não precisam de nada, eles são incríveis por si só.

Era fácil perceber o quanto estavam felizes por estarem novamente tocando em São Paulo, a última vez que vieram foi em 2010 ( eu estava lá!), e mesmo passando pouco tempo desde a vinda para o Rock in Rio, era possível ver que esse era um show para o “Metallica Family”. Eles estavam arrasadores em todas as músicas, mesmo quando James deu uma errada num dos riffs e até nisso eles são bons: quando acabou ele mesmo disse no microfone. O Lars estava irreconhecível, rápido, criativo, perfeito, deve ter tomando umas broncas pelos erros que vinham acontecido (todo mundo postando no YouTube!), e ultimamente ele está sensacional! O Rob ótimo e firme como sempre, sabendo o que faz e claro, Kirk arrasando nos riffs e solos de guitarra! E o James? Bom, já nem sei mais como descrever, amo demais e acho ele muito foda, como frontman e como guitarrista (além, claro, de ser maravilhoso).

Robert Trujillo - Metallica

E preciso falar sa música inédita, Lords Of Summer, que eu adorei, já tinha ouvido dos outros shows pela América do Sul e também pelo YouTube oficial. Eu adorei mesmo, é rápida, tem ótimos riffs, é bem trash! Não se sabe se será gravada no próximo álbum, ou se dela vão se originar outras. Aguardemos.

Foi um show para ficar marcado na minha vida, minha primeira grade num show do Metallica, debaixo de chuva e com uma energia que não tem igual. Só tenho a agradecer ao Metallica por cada show memorável que eu fui (esse foi meu 3º) e pelos que ainda irei. São esses momentos que fazem a vida valer a pena!

James Hetfield - Metallica

P.S. 1 –  Não sou nenhuma expert em fazer esses comentários de shows, sou só mais uma fã do Metallica!
P.S. 2 – Todas as fotos foram feitas por mim

Acompanhe o ShopaholicInstagram | Fanpage | Twitter

Tags:
3 comentários

Comente com Facebook

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • Mari Trigo
    mar 26, 2014

    Oi Fernanda!!! Nossaaaa!!! Claro que lembro de vc! Ai que legal que vc lê o blog e que coincidência!!!!!

    Bjus

  • Fernanda
    mar 26, 2014

    Que coincidência! Não sei se vc lembra de mim, mas eu tava do seu outro lado, com meu namorado, a gente comentou de estar muito perto e talz… meu namorado tirou uma foto minha que vc aparece kkkkk

    Eu acompanho seu blog tem um tempinho, e hoje abri aqui e dei de cara com essas fotos e pensei: “nossa, essas fotos parecem que foram tiradas no mesmo lado que eu tava!”

    Gente, muita coincidência!

  • Andrey
    mar 24, 2014

    Meu primeiro show, e já estou pensando em quando será o próximo. Como vc disse, fez mesmo a vida valer a pena!!! Demais! \m/