Meus 5 livros de moda favoritos

Meus 5 livros de moda favoritos

Cultura ler o post completo
5 aplicativos essenciais para viajantes

5 aplicativos essenciais para viajantes

Viagem ler o post completo
Netflix: usando mais e melhor

Netflix: usando mais e melhor

Cultura ler o post completo

Viagem

Moda & Beleza

Carreira & Finanças

Lojas Renner: conheça a história da fast-fashion

05 de maio de 2014

Não conheço nenhuma pessoa que hoje em dia não tenha alguma peça da Renner. A cada dia que passa a fast-fashion tem melhorado e se tornado uma das mais queridas e desejadas. Roupas com qualidade superior e informação de moda tem feito toda a diferença. Mas poucas vezes sabemos a história por trás da marca ou da empresa, que sempre é muito interessante, e é sobre isso que vou falar hoje: a história da Renner.

Lojas Renner: história

A empresa iniciou sua história em 1965 como empresa independente, e somente dois anos depois já estava com seu capital aberto na Bolsa de Valores. E durante a década de 70/80, foi pioneira inaugurando uma unidade dentro de um shopping center. Mas sua guinada aconteceu mesmo em 1998, um ano de grande crescimento para a Renner, com a aquisição do controle acionário pela J. C. Penney Brazil Inc., subsidiária da conhecida loja de departamentos americana. É também durante a década de 90 que a empresa profissionaliza sua gestão e passa a atuar como loja de departamento especializada em moda.

Lojas Renner: historia

Já no ano de 2002, é criado o conceito de lifestyle, e as coleções começam a ser desenvolvidas por estilo de vida e compostas por marcas próprias como Cortelle, Marfino e Request. Em 2011 há uma expansão recorde, com 30 novas lojas e a criação do e-commerce, que trás toda a coleção e novidades em primeira mão, e ainda conta com a facilidade da troca, podendo ser feita em qualquer loja física. E claro que as redes sociais não ficariam de fora, a Renner possui comunicação na maioria delas, todas com grande alcance e sucesso. Outro detalhe que me lembro bem é sobre a área de beleza da Renner, que foi umas das primeiras a vender perfumes importados, e pouco depois, começando a vender maquiagem. Aumento assim o acesso dos clientes à esses produtos.

Acredito que passei a prestar mais atenção na Renner durante minha adolescência, que foi quando a loja começou a crescer e aparecer em editoriais, de lá pra cá comecei a efetivamente comprar na loja, e claro, a perceber a clara mudança de uma simples loja de departamento para a fast-fashion que se tornou, trazendo roupas com boa qualidade e caimento, com informação de moda por um preço justo. Minha relação com a Renner é muito forte por assim dizer, acredito que uns 70% do meu armário foi comprada nas minhas inúmeras visitas à loja! E a cada nova coleção, a lista de desejos só aumenta!

 

Acompanhe o ShopaholicInstagram | Fanpage | Twitter

0 comentários

Comente com Facebook

Deixe seu comentário