Meus 5 livros de moda favoritos

Meus 5 livros de moda favoritos

Cultura ler o post completo
5 aplicativos essenciais para viajantes

5 aplicativos essenciais para viajantes

Viagem ler o post completo
Netflix: usando mais e melhor

Netflix: usando mais e melhor

Cultura ler o post completo

Viagem

Moda & Beleza

Carreira & Finanças

Cinema: Malévola

30 de maio de 2014

A Disney trás um dos filmes mais esperados dos últimos tempos: Malévola. A história tem como base o conto infantil A Bela Adormecida, e conta os acontecimentos através do ponto de vista de Malévola. Uma das coisas que adorei, é que como em outros filmes da Disney, a lógica de “príncipe encantado” é desconstruída.

Malévola

O filme começa contando a história da infância de Malévola, que na verdade é uma fada e vive num pacífico reino na floresta, longe de humanos, entre seres mágicos, até o dia em que um jovem humano, Stefan, que de alguma forma chega ao local e eles acabam criando uma forte amizade e se apaixonando. Nisso, o reino dos humanos vive sempre em guerra, por brigas pelo poder e muita ganância.

O rei lidera uma batalha pelo “reino encantado”, nisso Malévola surge como uma feroz protetora da região, mas acaba sendo traída de maneira cruel por Stefan, e isso a transforma, deixando-a com ódio e desejo por vingança. E determinada a obter justiça e ser vingada, ela amaldiçoa a filha do Rei Stefan, a princesa Aurora: aos 16 anos ela ira furar o dedo em uma roca e cair em um eterno sono profundo, sendo acordada somente pelo beijo do amor verdadeiro.

Claro que muitas coisas acontecem nesse meio tempo, e é preciso ver o filme para entender a traição e tudo o que a levou à lançar tal maldição em Aurora. Porém conforme a princesa cresce, ela percebe que a princesa pode ser a chave para que os reinos vivam em paz.

O filme conta com diversos efeitos especiais maravilhosos e personagens tão queridos presentes no clássico A Bela Adormecida, como o Príncipe Phillip e as três fadas. Vale a pena conferir!

Acompanhe o ShopaholicInstagram | Fanpage | Twitter

0 comentários

Comente com Facebook

Deixe seu comentário